Fórum para publicações dos textos criativos pelos membros do grupo Escritor da Depressão.


    Yo: A história de um quase completo inútil

    Compartilhe

    Fruit_Punch_Samurai_G

    Mensagens : 1
    Data de inscrição : 22/02/2014

    Yo: A história de um quase completo inútil

    Mensagem por Fruit_Punch_Samurai_G em Sab Fev 22, 2014 6:34 pm

    Capitulo 1: Prova de matemática

    Yo
    Prólogo:
    - Fácil, a definição perfeita pra sua prova- dizia o aluno do segundo ano
    - Diz isso mas ano passado tirou 4,5 - respondeu o aluno mais novo
    Época de prova. Não precisa de definição para essa frase. Todo aluno entende. Para uns, amostra grátis do inferno, e para outros, bem, nada demais.
    Naquele dia era pior, a tão temida prova de matemática onde 5 a cada 30 alunos vão bem e os outros 25 (inclusive você) se ferram de uma maneira que nenhum poema da prova de português ( que você também se ferrou) poderia descrever.
    - Enfim, a prova está fácil comparada a minha - se queixa o aluno mais velho - Tive que começar a estudar 1 semana antes pra entender metade da matéria... - Mentira clássica de aluno, foram 2 dias antes. - E você o que fez uma semana atrás?
    - Estudei pra Inglês
    - Qual a matéria? - perguntou
    - GTA V
    Guilherme, um quase-completo inútil, riu afinal era engraçado. Mentira, não havia graça alguma, o problema é que lhe faltava amigos que sabiam fazer piadas descentes então qualquer piada ruim acabava sendo boa. O sinal tocou e os dois se despediram e foram para suas salas assistir as ultimas aulas que faltavam para o dia acabar e assim que acabou os dois se encontraram na porta do colégio.
    - Fernando, seu inútil - chamou - Vamos logo embora, vou estudar ( jogar) para a prova de amanhã
    - Também vou estudar (dormir), mas vou ir para a casa da minha avó almoçar, afinal comer minha própria comida é provar do próprio veneno
    Os dois iam andando para caminhos diferentes porém uma coisa fez Guilherme mudar o rumo. Tinha que passar uma rasteira em Fernando antes de ir embora. Correu, derrubou o amigo (inimigo) e correu do amigo (inimigo).
    Chegou em casa, almoçou e foi estudar (jogar) e enquanto estudava (jogava) resolveu ir realmente estudar mas a preguiça foi maior que ele e acabou continuando a jogatina.
    No dia seguinte, os dois tiraram 4,5 na prova de Química.

    Fim

      Data/hora atual: Qua Out 17, 2018 8:56 pm